bloqueador bloqueador bloqueio

As notícias do Blog agora em nosso Site. Clique na imagem para acessar.

As notícias do Blog agora em nosso Site. Clique na imagem para acessar.
O Blog O Popular mudou para melhor. Confira todas as notícias de João Monlevade e região em nosso site www.opopularjm.com.br. Clique na imagem acima e confira.

Suspeitos de estupro no Bairro Sion são presos pela Polícia Civil de João Monlevade

A Polícia Civil de João Monlevade prendeu nesta terça-feira (1º), dois homens suspeitos de roubar e estuprar uma mulher de 28 anos, na semana passada, quando a vítima deixava o trabalho por volta de 0h da última quinta-feira (25), em um posto de combustíveis que fica na BR-381, no bairro Tanquinho. Relembre o caso

Lucas de Jesus Cota Lana, 31, e Bruno Henrique Teixeira, 20, se preparavam para deixar a cidade, quando foram presos pela equipe de investigadores da Delegacia de Proteção da Mulher, coordenada pela delegada Monique de Morais Bicalho.  De acordo com a polícia os dois já teriam até pedido demissão nos empregos para fugirem.

Segundo a delegada uma denúncia anônima informava os nomes e os locais de trabalho dos suspeitos do estupro. “A partir dessa denúncia, eles foram qualificados e então solicitamos à Justiça um Mandado de Prisão.Durante depoimentos os dois acabaram confessando o crime e alegaram que estavam embriagados e drogados quando forçaram a vítima a manter relações sexuais com eles”, disse Monique Bicalho.

Ainda segundo a delegada, Bruno chegou a negar o estupro, no entanto o comparsa dele afirmou sua participação no crime. “Após a violência sexual os dois abandonaram a vítima e roubaram a bolsa, e um aparelho celular dela. Esse aparelho foi encontrado na casa do Lucas. Os dois foram reconhecidos pela vítima e a partir desse reconhecimento, pedimos a prisão temporária para que as investigações fossem concluídas”, finalizou a delegada.

Nossa reportagem conversou, na delegacia, com os suspeitos que contaram detalhes do crime. “Eu tava bêbado e comecei a mexer com ela. Eu pedi ela a bolsa, ela não queria entregar não, daí eu saí puxando e ela veio junto. Então arrastei ela pra dentro do carro e fiz sexo com ela. Tô muito arrependido. Eu também tenho minha família pra poder tratar e não sei como que vou fazer”, afirmou
Lucas Cota dizendo ainda que estava fora do carro e não viu se seu compassa também violentou a vítima.

Segundo a polícia, após forçar a vítima a entrar no veículo eles a levaram até um local ermo no bairro Sion, onde foi violentada pelos dois marginais. Depois de roubar a bolsa dela, a mulher foi abandonada no local e teve que voltar a pé para casa.

Já Bruno alegou que não violentou a vítima e que apenas dirigia o veículo. Disse ainda que foi ameaçado por Lucas. “Eu tenho minha consciência que não violentei ninguém, como ele falou aqui não encostei um dedo nela. Só lembro que virei a cara pro outro lado e não fiz nada com ela não. Quando eu falei que tava indo embora ele começou a me ameaçar e daí acelerei o carro. Tô arrependido e só tenho que pedir perdão à vítima né, e agora temos que pagar né”, disse ele.

De acordo com o delegado regional Bernardo de Barros Machado, os dois são suspeitos de praticarem outros roubos na cidade, inclusive de celulares para serem trocados por drogas. Ele falou como a polícia chegou até os suspeitos. “Diante desse fato gravíssimo que ocorreu na cidade em que a vítima foi estuprada por esses dois bandidos, iniciamos as investigações e somados a relatos de testemunhas foi possível chegar até esses indivíduos através do veículo que um deles utilizou para praticar o crime. Com isso o Poder Judiciário após manifestação do Ministério Público decretou a prisão desses marginais”, disse Bernardo de Barros.

 Os dois homens foram autuados por estupro que, segundo o delegado, é considerado crime hediondo e por roubo. Eles foram levados para o Presídio de João Monlevade onde deverão permanecer até o julgamento.

No Response to "Suspeitos de estupro no Bairro Sion são presos pela Polícia Civil de João Monlevade"

Powered by Blogger