bloqueador bloqueador bloqueio

As notícias do Blog agora em nosso Site. Clique na imagem para acessar.

As notícias do Blog agora em nosso Site. Clique na imagem para acessar.
O Blog O Popular mudou para melhor. Confira todas as notícias de João Monlevade e região em nosso site www.opopularjm.com.br. Clique na imagem acima e confira.

Câmara e Secretaria de Saúde se unem em ações de combate ao Aedes aegypti

A Câmara Municipal de João Monlevade e a Secretaria Municipal de Saúde serão parceiras nas ações realizadas pelo município para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, do zika vírus e da febre chikungunya.

O assunto foi discutido em reunião realizada nessa quarta-feira, 27, na sede do Legislativo. Na ocasião, o presidente da Casa, Djalma Bastos (PSD), disse que o mosquito tem se multiplicado cada vez mais nas áreas urbanas, o que é preocupante. “80% dos focos encontrados aqui em Monlevade estão nas residências. Esse trabalho junto à Secretaria de Saúde vem para conscientizar a população de que a melhor forma de acabar com o mosquito é não deixar que ele nasça. Por isso, a necessidade e a importância da prevenção”, declarou.

O encontro contou com a presença dos vereadores Carlos Gomes (PSB), Guilherme Nasser (PSDB) e Leles Pontes (PRB), membros da Mesa Diretora; da secretária municipal de Saúde, Andréa Peixoto; da coordenadora de Vigilância em Saúde (Visa), Lucimara Guerra e Silva; de membros da Comissão do projeto Broto da Vida e de representantes da imprensa.

Djalma ressaltou que o objetivo maior é integrar a imprensa nesse trabalho. “Nosso relacionamento com a imprensa de Monlevade vai muito além da questão institucional. Ela noticia o trabalho desenvolvido pela Câmara de forma isenta e sempre está nos apoiando. E, mais do que nunca, precisamos que essa parceria seja fortalecida para que possamos atingir o maior número de pessoas sobre os perigos causados pelo Aedes aegypti”, explicou.

As ações de conscientização e de combate ao mosquito serão desenvolvidas pela Câmara por meio do projeto Broto da Vida. Para a secretária de saúde, Andréa Peixoto, a preocupação maior é combater o Aedes aegypti. “Antes, nos preocupávamos em combater a dengue. Hoje, nossa prioridade é com relação ao mosquito já que, além da dengue, ele é responsável por transmitir o zika vírus e a febre chikungunya e também a febre amarela. Por isso, essa parceira com a Câmara e com a imprensa será de grande importância para que possamos realmente conscientizar a população sobre os riscos causados pelo Aedes aegypti”, destacou.

Em 2013, a Secretaria de Saúde e a Vigilância em Saúde foram parceiras da Câmara no projeto “Dengue: essa luta não pode parar”. Na oportunidade, foram desenvolvidas atividades junto aos estudantes do 1º ao 5º ano de escolas públicas e particulares com o objetivo de alertá-los sobre os perigos da dengue e a importância de se eliminar os focos do mosquito.

Ações de combate ao Aedes aegypti

As ações de combate ao mosquito transmissor da dengue, do zika vírus e da febre chinkungunya vão contar com o trabalho de 46 agentes comunitários e de endemias. Atualmente, a Visa conta com 16 agentes que já estão atuando de forma intensa junto à população por meio de visitas técnicas, principalmente às residências. Outros 10 agentes serão contratados por meio de processo seletivo que já está em andamento e outros 20 serão disponibilizados pela Câmara através do Broto da Vida. Eles receberão treinamento adequado pela Secretaria de Saúde.

Os agentes irão visitar as residências com o intuito de verificar possíveis criadouros do Aedes aegypti e eliminar os focos do mosquito. Segundo a coordenadora da Visa, Lucimara Guerra e Silva, o objetivo maior é instruir as pessoas sobre a importância de se combater possíveis focos do mosquito diariamente. “Antes, o mosquito só se reproduzia em água limpa e parada. Hoje, ele se reproduz até mesmo em água suja. Isso nos mostra o quanto ele se tornou forte e perigoso”, salientou.

O vereador Guilherme Nasser disse que a iniciativa é de grande relevância e destacou que o mais importante é a prevenção. “O primordial é conscientizar a população de que ela é quem deve realmente agir de forma eficaz para combater o mosquito. Se cada um fizer a sua parte conseguiremos ótimos resultados”, afirmou. Guilherme lembrou que o município deve investir em fiscalização para punir aqueles que não acondicionam o lixo de forma adequada.

Para o vereador Carlos Gomes, a iniciativa também deve contemplar as escolas do município. “Precisamos investir no trabalho educacional orientando os professores sobre como abordar o assunto em sala de aula. É por meio da educação que as coisas acontecem”, destacou. A mesma ponderação foi feita pelo vereador Leles Pontes. Para ele, envolver a educação nessa iniciativa é de total importância.

Casos em Monlevade

De acordo com Andréa Peixoto, Monlevade conta hoje com 20 casos suspeitos de dengue. Não há registros de zika vírus e de febre chikungunya no município. Em 2015, Monlevade registrou 50 casos de dengue. Já em Minas Gerais, foram confirmados dois casos de zika e outros 80 foram notificados. Os mesmos ainda aguardam resultado de exame para comprovação.

No Response to "Câmara e Secretaria de Saúde se unem em ações de combate ao Aedes aegypti"

Powered by Blogger