bloqueador bloqueador bloqueio

As notícias do Blog agora em nosso Site. Clique na imagem para acessar.

As notícias do Blog agora em nosso Site. Clique na imagem para acessar.
O Blog O Popular mudou para melhor. Confira todas as notícias de João Monlevade e região em nosso site www.opopularjm.com.br. Clique na imagem acima e confira.

Roubos têm alta de 62,5% nos últimos 10 meses em João Monlevade

Balanço de criminalidade divulgado pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) aponta que de janeiro a outubro de 2015 247 roubos foram registrados em João Monlevade.

O número é 62,5% maior se comparado com o mesmo período do ano passado, quando foram contabilizados 152 casos da modalidade.

 O levantamento foi divulgado ontem (23) e mostrou aumento também em outros tipos de crime. De acordo com o estudo, os registros de homicídios avançaram 5%, subindo de 12 para 18, analisando os 10 primeiros meses deste ano com 2014. Os furtos também tiveram aumento de 36% de um ano para o outro, passando de 757 casos em 2014 para 1.030 em 2015.

Os crimes de lesão corporal também foram maiores nos primeiros dez meses de 2015, com acréscimo de 5,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 321 registros nesse ano e 304 em 2014. O balanço mostra ainda a queda do número de estupros contra crianças e adolescentes. Segundo o Estado, em 2015 foram contabilizados seis casos, ante 13 em 2014. Já os estupros consumados mantiveram estáveis. São sete casos em cada ano.

 Números em Minas 

 No período de janeiro a outubro de 2015, sete dos noves crimes classificados como violentos tiveram redução no estado em relação a igual período do ano passado. Os registros de homicídio cons
umado caíram 4,43%, de 3.476 para 3.322; de homicídio tentado, 12,79%, de 4.809 para 4.194; de estupro consumado, 6,23%, de 1.203 para 1.128; de estupro tentado, 12,35%, de 61 para 48; de estupro de vulnerável consumado, 4,25%, de 2.071 para 1.983; de extorsão mediante sequestro, 32,32%, de 99 para 67; de sequestro e cárcere privado, 16,72%, de 317 para 264. Na mesma base de comparação, houve aumento de 20,58% nos registros de roubo consumado em Minas Gerais, de 76.968 para 92.808 casos. Já as ocorrências de estupro de vulnerável tentado tiveram alta discreta, de 0,98%, passando de 204 para 206.

 Em relação às demais naturezas de crimes em Minas Gerais, no período de janeiro a outubro de 2015, houve queda de 8,92% nos casos consumados de lesão corporal, de 62.722 para 57.125 registros. Já o crime de extorsão consumado teve redução de 28,74%, de 2.373 para 1.691 casos. O número de furtos consumados ficou praticamente estável, com leve alta de 0,52%, com 256.278 registros no estado, contra 257.606 no período de janeiro a outubro de 2014.

Criminalidade em discussão 

 A Comissão Permanente de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) participa no próximo dia 30, às 9h, na sede da Câmara de Vereadores de João Monlevade de audiência pública sobre o aumento dos crimes na cidade. O encontro foi articulado pelo deputado estadual Tito Torres (PSDB).

 Esta é a segunda tentativa do deputado Tito Torres de trazer uma audiência da Comissão da ALMG Legislativa a João Monlevade. A primeira ocorreu em junho desse ano, mas não vingou. Depois de a audiência ter sido confirmada, o agendamento foi suspenso e a reunião ocorreu apenas com a presença apenas das autoridades do município.

 Na época, a Polícia Militar apresentou dados que apontaram para aumento significativo da criminalidade no município e grande envolvimentos de menores infratores nos delitos. As polícias adotaram várias medidas e os índices voltaram ao patamar normal. No entanto, nova onda de violência na cidade foi registrada meses depois e intensificou nos últimos dias, culminando com a morte do comerciante Inácio Alves Viana, morto em sua loja por dois adolescentes que invadiram o estabelecimento para roubar.

 Logo após o crime, dezenas de assaltos foram registrados em João Monlevade. Na última semana, manifestação com cerca de 500 pessoas, que exigiam mais segurança, tomou a Câmara Municipal e, de lá apara cá, ocorreram quatro apreensões de menores que aterrorizavam a cidade.

No Response to "Roubos têm alta de 62,5% nos últimos 10 meses em João Monlevade"

Powered by Blogger