bloqueador bloqueador bloqueio

As notícias do Blog agora em nosso Site. Clique na imagem para acessar.

As notícias do Blog agora em nosso Site. Clique na imagem para acessar.
O Blog O Popular mudou para melhor. Confira todas as notícias de João Monlevade e região em nosso site www.opopularjm.com.br. Clique na imagem acima e confira.

Governo de Minas reduz em 84% a verba para a segurança pública no Estado


O aumento da criminalidade, em todo o Estado, é reflexo evidente da falta de investimento do governo estadual na área de segurança pública. E a situação tende a pior.

Nos primeiros sete meses deste ano, as polícias Civil e Militar receberam, ao todo, R$ 13,7 milhões de investimentos, contra R$ 84,8 milhões em 2014; os custeios das duas corporações também sofreram cortes.

Os investimentos nas polícias Civil e Militar em Minas Gerais caíram 84% nos primeiros sete meses de 2015 com relação ao mesmo período do ano passado. Enquanto foram destinados R$ 84,8 milhões para as corporações entre janeiro e julho de 2014, no mesmo período de 2015 o montante foi de R$ 13,7 milhões. A queda mais acentuada foi no investimento da Polícia Civil (PC), que recuou 89%. Os gastos com a Polícia Militar (PM) reduziram 80%.

A queda não ocorreu apenas nos valores referentes a investimento: o custeio também sofreu cortes. O montante gasto com a PM para policiamento ostensivo, cujo objetivo é desestimular a ocorrência de crimes e aumentar a sensação de segurança, recuou em mais de R$ 15 milhões. Entre janeiro e julho de 2014 foram destinados R$ 72,9 milhões para esse fim, e o valor passou para R$ 57,4 milhões no mesmo período deste ano.

Quedas nos valores também são observadas em outras áreas importantes da corporação, como projeto de implantação de videomonitoramento (Olho Vivo), equipamentos de segurança eletrônica e material de segurança. Para o ano que vem, o governo estadual prevê gastar apenas R$100 mil, para implantação do sistema de monitoramento em todo o estado, o que tira de vez as expectativas para novos projetos com é o caso de João Monlevade.

Assim como na PM, itens de custeio importantes também tiveram a verba reduzida na Polícia Civil. Os valores empregados em investigações e polícia judiciária – aplicados para garantir diligências dos policiais, perícias e andamento do inquérito – caíram 75%, passando de R$ 23,1 milhões nos primeiros sete meses de 2014 para R$ 5,8 milhões no mesmo período deste ano.

Os dados, são do Sistema Integrado de Administração Financeira de Minas Gerais (Siafi-MG).

No Response to "Governo de Minas reduz em 84% a verba para a segurança pública no Estado"

Powered by Blogger