bloqueador bloqueador bloqueio

As notícias do Blog agora em nosso Site. Clique na imagem para acessar.

As notícias do Blog agora em nosso Site. Clique na imagem para acessar.
O Blog O Popular mudou para melhor. Confira todas as notícias de João Monlevade e região em nosso site www.opopularjm.com.br. Clique na imagem acima e confira.

Homem mata a namorada e comete suicídio em Nova Era

Um homem matou a namorada com um tiro na cabeça, dentro da casa dela, na Rua Rio Piracicaba, 153, no Bairro da Estação, em Nova Era por volta das 10h deste domingo (7), e depois cometeu suicídio.


A enfermeira Raquel de Oliveira Afonso, 32, foi baleada dentro do banheiro, onde havia muito sangue, e depois, teve seu corpo arrastado pelo autor até outro quarto da casa, onde foi colocado sobre um cochão, trajando apenas roupas íntimas.

Após matar a namorada, o taxista Wenderson Aparecido Neri, 32, conhecido como “Gringo”, trancou a casa e foi até um pasto, que fica no alto do bairro Colina, onde efetuou um disparo na cabeça, com a mesma arma usada para tirar a vida da parceira.

Próximo do corpo dele a polícia encontrou um revólver calibre 32, com quadro munições intactas e duas deflagradas.

Antes de atirar contra a própria cabeça, Wenderson escreveu no chão, a letra “R”. Testemunhas contaram que Raquel era divorciada e namorava com Wenderson, pivô da separação, e que há cerca de uma semana, o taxista teria dito a várias pessoas que teria descoberto que a namorada estava tendo um relacionamento com outro homem. Ele teria confidenciado que iria matar Raquel, e que depois se mataria.


As ameaças não foram levadas a sério pelas pessoas, que foram surpreendidas com a tragédia na manhã deste domingo.

O corpo de Wenderson foi primeiro a ser encontrado e, como várias pessoas sabiam das ameaças de morte dele contra Raquel, moradores acionaram a Polícia Militar e o Grupo de Atendimento Voluntário de Emergência (GAVE), porque suspeitaram que ele houvesse concretizado as ameaças. Um socorrista esteve na casa e conseguiu entrar através de uma janela, e constatou que a enfermeira também estava morta.

Para a polícia, não há dúvidas de que se trata de um crime passional. Raquel trabalhava como enfermeira no Hospital São José, em Nova Era e teria saído do trabalho às 7h da manhã.

 Várias colegas de trabalho dela passaram o dia na porta da casa onde a amiga foi assassinada, inconformadas com o crime.

Vizinhos do local onde Raquel morava contaram que não ouviram nenhum barulho vindo da casa.

A perita Margarete Leão, da Polícia Civil de João Monlevade esteve nos locais e constatou que em cada um dos corpos, apresentava uma perfuração na cabeça provocada por arma de fogo. Como a casa estava com o portão da frente e a porta principal trancada, eles tiveram que ser arrombadas pela polícia.

Após os trabalhos técnicos, os corpos foram removidos dos locais e encaminhados para o necrotério do Cemitério do Bairro Baú, em João Monlevade, para serem submetidos a exames de necropsia.

 Raquel deixou um filho de oito anos, fruto do primeiro casamento, e Wenderson, que também era separado, deixou um casal de filhos de sete e oito anos de idade. Eles permaneceram no local onde o corpo do pai foi encontrado até que ele fosse removido.

No Response to "Homem mata a namorada e comete suicídio em Nova Era"

Powered by Blogger